Refúgio do Homem Contemporâneo (Fotos: Jomar Bragança)

Azulejos, tijolinhos, papéis de parede e mais uma infinidade de revestimentos estão em exposição na Casa Cor Brasília, que fica em cartaz até o dia 9 de novembro. Entre as tendências exibidas, o couro é um dos destaques presentes em mobiliários, na parede e até mesmo no chão. Confira essa e outras tendências dessa edição da mostra.

Couro no chão? Sim! A arquiteta Larissa Dias utiliza no Cenário do Bon Vivant placas de revestimento em couro que podem servir também como revestimento de piso. O recurso, na cor preta, promove requinte ao espaço de 90m2, elaborado especialmente para pessoas que gostam de receber amigos e celebrar a vida.

Ambiente Larissa Dias (fotos: Clausem Bonifácio)

[ess_grid alias=”Casa Cor 1″][/ess_grid]

Usados durante muitos anos na arquitetura, os tijolinhos também voltaram com força total, mas agora em paredes internas. A Sala de Música, da arquitetas Clarissa Menezes, Cristhiane Raupp e Manuella Leite (Esquina Arquitetura), mescla o lado rústico desse revestimento com a cor verde, outra novidade da estação. Para resgatar o aconchego e história das grandes fazendas do interior brasileiro, o escritório idealizou um ambiente inspirado em um contexto que ressalta as características contemporâneas das capitais. A parede de tijolinho foi utilizada para destacar as obras de arte existentes no local.

Sala de música (Fotos: Jomar Bragança)

Sala de música (Fotos: Jomar Bragança)

Já os azulejos saíram das áreas molhadas e também invadiram os interiores. No Refúgio do Homem Contemporâneo, os profissionais Alex Claver e Wilker Medeiros utilizam uma solução bem criativa em uma das parede do ambiente. Para dar um tom dramático e cênico ao espaço, foi utilizada, para compor o painel da TV, uma composição de azulejos pretos. As paredes em tom escuro complementam o clima do local.

Refúgio

O papel de parede, em suas diferentes padronagens, continua em alta na decoração! Porém, de forma muito mais ousada e colorida. No Living da arquiteta Rachel Fechina, a parede principal do espaço foi revestida com um papel colorido da Cole & Son, marca comercializada em Brasília pela Artline por Nelma Caixeta. O toque moderno combinou perfeitamente com as cores mais neutras dos mobiliários, adornos e das outras paredes existentes no local.

Foto: Roger Monsan

: : Fica a Dica

CASA COR Brasília
Horário: de terça a sexta, das 15h às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 22h Endereço: QI 9, lote D. Comércio local – Lago Sul. Antigo Inacor (Instituto Nacional do Coração)
Ingressos: R$ 46,00 (inteira), R$ 23,00 (meia para estudante e pessoas com 60 anos ou mais). Crianças até 11 anos não pagam.
Passaporte único: R$ 150,00
Mais informações: (61) 3248.4638/3248.6902
www.casacor.com.br/brasilia

Compartilhar:
Aline Sanromã
Written by Aline Sanromã
Jornalista, pós-graduada em Moda pelo Instituto Europeo di Design e Coffee Lover! O site reúne minhas duas grandes paixões e, é claro, tudo mais que enchem os olhos, os looks e o coração!